Perder Um Amigo.

perder

 

Eu queria ter feito muitas coisas antes de deixar você ir.
Queria ter pedido desculpas enquanto era tempo e fazer de tudo para que esquecesse as palavras cruéis.
Queria ter sido ser mais sincera, queria ter evitado brigas desnecessárias.
Queria ter sido perfeita para que não se decepcionasse comigo.
Queria ter gritado que te amava enquanto era tempo, mas me calei. Calei e deixei que fosse embora.
Queria ter notado que precisava de mim antes, mas, ao invés disso, simplesmente afastei-me por achar que estava incomodando demais com minha presença e meus assuntos chatos.
Queria ter podido, também, não colocar o peso do mundo nas minhas costas. Afinal, uma amizade é uma rua de mão dupla. Não é culpa só de um. É culpa de ambos.
Queria ter perguntado se um único erro valeu mais do que anos de amizade.
Queria ter percebido, também, que o amor só vinha de minha parte. E mesmo sabendo disso, ainda me culpo por não conseguir fazê-lo me amar da mesma forma.
Queria ter sido menos eu, ser mais você, ser mais alguém que lhe agradasse. Mas não posso, pois sou apenas um pedaço único de confusão imutável.
Queria ter feito muitas coisas, gritado muitas coisas e brigado muitas vezes também. Mas não o fiz.
Vi você ir, pegar sua mala e partir para uma estrada sem volta. Sem ao menos me dizer adeus. Sem ao menos me deixar saber o motivo.
Simplesmente partiu. E eu simplesmente assisti. Como todas as outras vezes.
Sei que outrem, muito futuramente, entrará pela porta da frente, com novas lindas palavras e declarações eternas e prometendo constância. E sei que, em algum ponto, ele usará a porta da saída. Porque é sempre assim. Por algum motivo, comigo é sempre assim.
O problema de perder um amigo é que as cicatrizes são profundas. E mesmo que alguém prometa curá-las para sempre… Você sabe que o pra sempre, sempre acaba.
E o mais irritante e frustrante é que toda a cena se repete em filmes diferentes.
Começa com uma mala no chão, uma porta aberta… E termina sem nenhuma palavra a ser dita.

Evelyn Marques

Deixe um comentário