Meus 9 Trechos Favoritos do Livro “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto.

mia-Couto

Terra Sonâmbula, primeiro livro do premiado escritor moçambicano Mia Couto, é um livro fantástico em todos os sentidos da palavra. Pretendo falar melhor sobre o livro em uma futura resenha, mas limito-me a dizer aqui que é um daqueles livros repletos de poesia em prosa, onde você precisa de um caderninho para anotar frases, trechos que lhe atingem a alma.
O livro quase todo merecia ser destacado, mas aqui coloco os trechos que mais me tocaram e me inspiraram na leitura desta maravilhosa obra:

1) “- Não gosto de pretos, Kindzu.
– Como? Então gosta de quem? Dos brancos?
– Também não.
– Já sei: gosta de indianos, gosta de sua raça.
– Não. Eu gosto de homens que não tem raça.”

2) “Se o cansaço é uma velhice súbita eu já me contava pelas últimas idades.”

3) “Os sonhos são cartas que enviamos a nossas outras, restantes vidas.”

4) “Não inventaram ainda uma pólvora suave, maneirosa, capaz de explodir os homens sem lhes matar. Uma pólvora que, em avessos serviços, gerasse mais vida. E do homem explodido nascessem os infinitos homens que lhes estão por dentro.”

5) “A dor, afinal, é uma janela por onde a morte nos espreita.”

6) “O que é perder-se? Muita gente, acreditando ter a certeira direção, nasce já equivocada.”

7) “Ambos queríamos partir. Ela queria sair para um novo mundo, eu queria desembarcar numa outra vida.”

8) “Em terra de misérias um pequeno nada é olhado com muita inveja.”

9) “Eu sei que em cada mulher a gente lembra outra, a que nem há. Mas Carolinda me entregava essa doce mentira, o impossível cálculo do amor: dois seres, um e um, somando o infinito. Se aproximou e me acariciou os braços ali onde as cordas me doeram. A cintura de suas mãos me afagavam, em suave arrependimento. Aquele momento confirmava: o melhor da vida é o que não há-devir.”

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). É escritora e quer viver de fazer literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 18 páginas escritas)
Cuera

Últimos posts por Cuera (exibir todos)

Deixe uma resposta