Tagcartas

Sobre Eu, Você e o Fim.

  Minhas palavras sentem sua falta. Esquecê-lo e seguir em frente adoeceu minhas letras. Não escrevo para mais ninguém, e como conseqüência, não escrevo. Minhas cartas de amor soam falsas porque são falsas. Não sou poeta e não posso fingir. O que escrevo é verdade, é fato, é toque, é contato. Se não está aqui, não sei sentir. Então recorro à sua memória como última tentativa de sentir algo, uma esperança para a continuidade de minhas letras. Mas já não […]

Continue Reading