Sou Mulher.

womans

Sou mulher.
Nasci do ventre de uma heroína que usou de toda a sua força para me colocar no mundo.
Sou rainha, sou guerreira.
Sou amante, sou patroa.
Sou cantora de chuveiro, atriz no palco da vida, gerente de minhas emoções e escritora de meu próprio caminho.
Sou mulher.
Tenho um homem na minha vida, mas não preciso de um homem pra viver.
Entendo de futebol, sou capaz de trocar um chuveiro e manejo muito bem um carro como manejo o fogão.
Sou mãe, avó, neta, tia e sobrinha.
Sou mulher.
Trabalho, estudo, limpo casa, faço comida e tudo isso num só dia.
Tenho TPM, troco de humor como troco de roupa, o chocolate é meu melhor amigo e a balança minha pior inimiga.
Não sou sexo frágil.
Sangro todo mês, carrego por nove meses um bebê dentro da barriga, tenho que lidar com gracinhas ofensivas na rua e ignorar os olhares que veem meu corpo apenas como um objeto.
Quero igualdade de direitos, que me enxerguem como competente e que não tenham receio de dizer o quanto sou inteligente.
Quero trabalhar com dignidade, ser reconhecida de verdade e desejo que parem de subestimar a importância da maternidade.
Quero o mundo. Quero o mundo ao qual tenho direito!
Sou mulher.
Sou mulher hoje, amanhã e sempre.
E mereço respeito.

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). É escritora e quer viver de fazer literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 18 páginas escritas)
Cuera

Últimos posts por Cuera (exibir todos)

Deixe uma resposta