Hey, Beautiful!

fbvbff

 

Para Nayara M., Michelle G. e Samantha S.

Hey, beautiful!
Por que seus olhos se veem tão tristes? Por que tem deixado o mundo derrubá-la desta maneira? Acaso já se esqueceu do quanto você é forte? Acaso não sabe o quanto é uma garota de sorte?
Hey, beautiful!
Não carregue o mundo sobre suas costas. O seu corpo foi criado para exercer grandes realizações, para viver, para aprender, para propagar o seu saber. Então por que você ainda o está usando para abarcar as dores e os traumas de todos os que já cruzaram o seu caminho?
Hey, beautiful!
Já se olhou no espelho hoje? Já reparou o quanto você é linda, forte e um exemplo para aqueles que a amam e a admiram? Tire este momento para olhar o reflexo de seus próprios olhos. Perceba quantas lágrimas eles já choraram, quantas imagens eles já visualizaram, para que você pudesse chegar até aqui. Perceba o quanto você já superou e repare na pessoa que é nesse momento.
Tire de uma vez por todas o holofote dos momentos traumáticos e reposicione a luz para todos os momentos em que você renasceu e cresceu. Não é lindo tudo o que você passou para chegar até aqui? Vai parar agora? Vai desistir agora?
Hey, beautiful!
Você não está sozinha. Olhe ao redor e veja quantas pessoas permanecem ao seu lado. Perceba o quanto elas a amam e o quanto estão dispostas a fazer o que for pela sua felicidade. Nunca se esqueça disso.
Se você já sabe de todos esses fatos, o que ainda está fazendo aí? Saia de casa, caia no mundo, quebra a cara e sempre acredite que existe uma boa razão para amar novas pessoas, por mais que outras no passado tenham lhe dado todos os motivos do mundo para não fazê-lo.
Não tenha medo da dor. Se você está aqui, se chegou até aqui, foi por causa dela. Não há crescimento sem dor e não há vida sem crescimento. Essas três palavras estão interligadas desde o início dos tempos. Não há como fugir.
Feche os olhos, respire fundo e jamais se canse de correr atrás de sua felicidade. Ela pode estar muito mais perto do que você imagina.

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). Se considera escritora e quer viver de fazer literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 18 páginas escritas)
Cuera

4 comments / Add your comment below

  1. Ainda quer se desculpar por não saber consolar? Tem conselho melhor do que esse texto maravilhoso? Obrigada por tudo, não só pelo texto, mas por nunca nos abandonar. TE AMOOOOO! <3

Deixe uma resposta