Resenha 07 – Extraordinário.

capa-extraordinario_frente

“Não julgue um livro menino pela capa cara”.

O livro “Extraordinário”,  de R. J. Palacio, conta a história de um garoto de dez anos chamado August Pullman que possui uma deformação no rosto, resultado de mais de uma mutação genética. Auggie é cercado por amor e muitos cuidados, desde à irmã que o defende ferozmente até os pais super protetores. O fato mais importante desta proteção é que sua mãe, Isabel, é também sua professora e sua casa é sua escola. Então a vida do menino muda com seu ingresso a uma escola real.
Essa estória tinha tudo para ser triste (e é, em partes), entretanto é surpreendente como ela se desenrola com a leveza da vida de um garoto. August é recebido na escola como sempre fora na vida, com olhares ora chocados, ora disfarçados. Seu enfrentamento não é fácil, parte de seu ano escolar é marcado por preconceito, piadas e dúvidas. Permito-me afirmar que o autor obteve êxito ao enfatizar a importância de uma boa educação. Com uma escola na qual é dita não inclusiva, dirigida por uma pessoa de mente clara e sã. Em momentos Auggie fora vítima de deboche pelas crianças, mostrando também os comportamentos dos pais destas, os quais por vezes tentaram impedir que o mesmo fizesse parte da instituição devido a sua diferença.
A diferença é algo que toca de alguma forma, sendo no choque ou na empatia, assim como foram diversos casos em que o menino enfrenta a rejeição, ele também encontra pessoas como Summer e Jack os quais se tornam seus melhores amigos, a empatia e o envolvimento da educação (o que a autora parece transparecer) destes tornam os dias do amigo mais alegres, substituindo os obstáculos por desafios.
Extraordinário é fascinante pela forma que é dividido em partes, em visões, não apenas August narra como também pessoas próximas, como sua irmã e amigos, mostrando que não apenas quem possui a diferença, mas também seus próximos enfrentam desafios em relação a isso. A vida de August Pullman realmente muda de maneira positiva independente de sua condição, realçando o caráter por traz de uma aparência considerada fora dos padrões. Como dito pelo diretor da escola, Sr. Buzanfa: “Coragem. Bondade. Amizade. Caráter. Essas são qualidades que nos definem como seres humanos e acabam por nos conduzir à grandeza”.
Extraordinário é o livro em que você deve ler e indicar, inclusive, deixo aqui minha indicação especial aos educadores, professores, pedagogos, entre outros em meio a educação.

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”

Samantha Suminski

Samantha Suminski

Samantha Suminski, 21 anos. Psicóloga em formação, mas ainda acredita que os animais são melhores que pessoas. Divide seu tempo entre séries, livros e suas habilidades em stalking ainda a farão uma ótima agente do FBI algum dia.
Samantha Suminski

Últimos posts por Samantha Suminski (exibir todos)

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.