Love, Love, Love.

love

 

“A escuridão não pode afastar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode afastar o ódio, apenas o amor pode fazer isso.” – Martin Luther King

Por mais que você evite, seu caminho sempre cruzará com energias fortes de ódio, tristeza, raiva, rancor, injustiça e outros sentimentos negativos que podem estragar o dia de qualquer pessoa. E bater de frente com essas energias apenas lhe trarão mais aborrecimentos e traumas para o espírito. Lutamos muitas guerras desnecessárias durante os anos e geralmente pagamos na mesma moeda alguma ofensa ou qualquer mal que nos tenham feito. É compreensível no começo, pois qualquer um se magoa, se fere, se decepciona. Mas depois que crescemos e amadurecemos, é fácil perceber que a maioria dessas lutas cara a cara contra coisas ruins não valeram a pena. Apenas deixaram marcas e cicatrizes que durante muito tempo não conseguimos apagar. Algumas, talvez, nem conseguiremos.
Como disse Martin Luther King, “o ódio não pode afastar o ódio, apenas o amor pode fazer isso.” Está mais do que na hora de começarmos a compreender e viver sob esse pensamento.
Por isso, cada vez que se deparar com tanta negatividade, escolha sempre o amor. Ele está tão presente em nossas vidas, está tão intrínseco em cada um de nós que às vezes esquecemos de enxergá-lo e vivê-lo plenamente, com todo o potencial que temos.
Quando o mundo te entregar lixo (e acredite, ele vai!), faça arte com isso. Crie amor com isso. Porque se você construir ódio, raiva ou rancor, você vai se tornar apenas mais um lixo nesse mundo.
Então seja a arte no mundo, seja o amor no mundo. Seja algo bom em meio a tanta coisa ruim. Ninguém disse que seria fácil, mas é necessário, todos os dias, tentar e tentar quantas vezes forem necessárias.
Se você ainda não sabe como lidar com isso, tente essas coisas:
Para a cura contra o rancor, abrace o seu animal de estimação. Não há energia melhor para começarmos nosso dia (Se você não tem um animal de estimação, arranje um! Eles precisam de amor e sabem retribui-lo muito bem!).
Para a cura contra a injustiça, faça caridade. Há incontáveis pessoas precisando de seu toque e de sua atenção. Se você acha que tem pouco, acredite, existem muitos que não têm absolutamente nada. Vá ser alguma coisa para alguém.
Contra a tristeza, coloque sua música favorita e cante, dance e grite como se ninguém estivesse vendo.
Contra a raiva, compre um buquê de flores e presenteie alguém muito especial.
E contra o ódio, olhe bem fundo nos olhos da pessoa que você mais ama e diga, do fundo do coração: “obrigado (a) por existir.” Não há remédio melhor do que sentir aquela pessoa em seu mundo e perceber o quão sortudo você é por terem se encontrado no meio desse mar de gente.
Por mais que o planeta esteja de cabeça para baixo e as pessoas pareçam enlouquecer a cada segundo, o amor é e sempre será a arma mais poderosa para lutar contra tudo que nos deixa sem vontade de levantar da cama todos os dias. Nós somos feitos de amor e temos todo o poder para lutar contra o que quer que seja. Temos o potencial de sermos melhores para nós mesmos e para aqueles que amamos. Para aqueles que precisam de amor.
Só nos falta acreditar nisso.

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). Quer ser escritora e viver de fazer Literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 16 páginas escritas)
Cuera

Últimos posts por Cuera (exibir todos)

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.