“O Que É O Amor?” – 8 Escritores Da Literatura Mundial Respondem A Esta Pergunta.

“O que é o amor?”
Acredito que, ao lado de “O que é felicidade?”, é uma das perguntas mais difíceis e subjetivas de se responder.
Cada um tem sua própria definição de amor, de felicidade, do que faz uma vida completa e verdadeiramente feliz. Cada um tem suas prioridades, seus gostos, suas individualidades, o que faz com que respostas “certas” para tais perguntas sejam impossíveis de existir.
Contudo, que lugar melhor para se tratar dessas questões que não a Literatura? O mundo da escrita é repleto de reflexões originais e interessantíssimas. Uma das tarefas do escritor é pegar um sentimento, um pensamento e dar sua própria definição sobre o assunto. O amor é um dos tópicos principais da maioria dos livros, seja através de romances, contos, ensaios e até mesmo de biografias. É um tópico que nunca se esgota, que nunca terá um limite de interpretações. E é um tema que nós, leitores, jamais enjoaremos de refletir e discutir sobre.
Partindo deste princípio, aqui está uma lista do que significa a palavra “amor” para os maiores escritores da Literatura mundial:

1) Para C.S Lewis:
“Não há investimento seguro. Amar é estar vulnerável. Ame qualquer coisa e seu coração estará apertado e possivelmente quebrado. Se você quer estar seguro de mantê-lo intacto, você não deve oferecer o seu coração a ninguém, nem mesmo a um animal. Envolva-o cuidadosamente em hobbies e pequenos luxos; evite quaisquer relacionamentos; tranque-o seguramente num cofre ou num caixão de seu egoísmo. Mas no cofre – seguro, escuro, sem emoção, sem ar – irá mudar. Não irá se quebrar; se manterá inquebrável, impenetrável, irremediável. A alternativa para a tragédia, ou até mesmo o risco da tragédia, é a danação. O único lugar fora do paraíso onde você pode estar completamente a salvo de todos os perigos e perturbações do amor é no inferno.”

amor 1

2) Para Charles Bukowski:
“O amor é como quando você vê uma névoa pela manhã, quando você acorda antes do sol nascer. É por pouquíssimo tempo, e então desvanece… O amor é a névoa que desaparece com o primeiro raio de luz da realidade.”

amor 2

3) Para Shakespeare:
“O amor não olha com os olhos e sim com a mente”

amor 3

4) Para Fyodor Dostoyevsky:
“O que é o inferno? Eu afirmo que é o sofrimento por ser incapaz de amar.”

amor 4

5) Para Paulo Coelho:
“O amor é uma força indomável. Quando tentamos controlá-lo, ele nos destrói. Quando tentamos prendê-lo, ele nos escraviza. Quando tentamos entendê-lo, ele nos deixa confusos e perdidos.”

amor 5

6) Para Haruki Murakami:
“Qualquer um que se apaixona está procurando partes perdidas de si mesmo. Então aquele que se apaixona fica triste quando pensa em seu amante. É como voltar a um quarto do qual você possui boas memórias, um quarto que você não vê há muito tempo.”

amor 6

7) Para Honoré de Balzac:
“Quanto mais se julga, menos se ama.”

amor 7

8) Para Agatha Christie:
“É um pensamento curioso, mas é somente quando você vê alguém parecer ridículo é quando se percebe o quanto você o ama.”

agatha 8

 

Para mais definições, clique aqui!

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). Quer ser escritora e viver de fazer Literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 16 páginas escritas)
Cuera

Comments

comments

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.