Metade.

metade

Não gosto de escuridão. Odeio a claridade.
Detesto estar rodeada de muita gente. Odeio ficar sozinha.
Não preciso de amores doentios. Odeio não ser amada.
Detesto morrer de frio. Odeio calor.
Não gosto de livros fúteis. Odeio livros muito intelectuais.

Talvez, no fim das contas, eu apenas precise encontrar um meio de dividir as coisas. Uma metade, uma separação, uma parte que não me enlouqueça. Mas não consigo alcançar o meio termo. Porque simplesmente sou inteira em tudo…

(Need, Capítulo 2)

Cuera

Cuera

Carioca de nascimento e mineira de alma. Coleciona um pouco de tudo: séries, livros, filmes, cadernos, memórias, objetos inúteis e até horas infinitas de procrastinação (provavelmente estará no programa “Acumuladores” no futuro). Quer ser escritora e viver de fazer Literatura (isso se o livro que está escrevendo sair algum dia das 16 páginas escritas)
Cuera

Comments

comments

responses to “Metade.” 6

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.